Vivemos num Mundo conturbado repleto de problemas e incertezas perante o teatro da Vida. Quando os olhos se embaciam, o silêncio fala e as interrogações permanecem...é chegado o momento de meditarmos e nos abrirmos à FILANTROPIA
Terça-feira, 20 de Março de 2007
Parar para pensar

 

         Todos os dias devíamos parar uns momentos para recordar quem somos. Encontraríamos certamente serenidade e força para enfrentar as nossas vidas tão agitadas.

 

         Se o teu passado foi calmo e feliz mas agora está desajustado ao teu presente tempestuoso pensa e começa a agir de uma outra forma, ajuda-te a ti próprio a encontrar o melhor caminho. Se o teu passado foi triste e isso tem influenciado o  presente, pensa que tudo porque passaste foi um princípio de ensinamento para escreveres no livro da Vida. Esse percurso vacinou-te, deu-te a intuição e a coragem de prosseguir esperando um futuro mais promissor.

 

         Os desgostos são como pedras que todos os dias magoam os nossos corações. Um monte, pedra a pedra transforma-se numa montanha. Não continues a fazer mais montanhas de pedras. Pára e escala com coragem essa única montanha que tu viveste. Lá no alto verás a vida de uma outra maneira, alcançaste com certeza mais sabedoria. Não subestimes todos os problemas e desgostos porque já passaste. Eles vão ajudar-te a reconheceres outros caminhos para a tua verdadeira liberdade.

 

         Se quiseres acreditar que o tempo nos trás compensações para além da velhice, essa palavra tão depreciativa para alguns, passarás a ser mais forte, mais lúcido para enfrentares afinal o teu verdadeiro futuro com uma filosofia de vida que te espantará.

 

         Todo o tempo é tempo de recomeçar...Tira partido das coisas boas e más que te aconteceram. Parar nunca! O tempo é breve, não perdoa aos indecisos, aos que não se querem escutar. Compara a tua vida sempre com a dos mais infelizes e aprenderás a ser mais condescendente com a tua própria Vida.

 

         Desperta e medita. Tenta estar consciente do momento presente. Vai-te ajudar a unir os elos da tua história ou das tuas histórias. Recorda quem és, de onde vens, para onde vais e para onde queres verdadeiramente ir. Mesmo que não encontres respostas definitivas para muitas das grandes questões da tua vida, não desistas. Não percas as tuas interrogações para não te perderes pelo caminho.

 

         Carregamos um grande saco às costas. Estão lá dentro peças que não queremos perder. Volta a utilizá-las. Estarão lá com certeza a tua inocência perante o mundo, a tua espontaneidade perante a vida e a tua vontade de tornar a olhar, sentir e realizar. Se as guardaste é porque te são queridas.

 

         Louva a Vida, a natureza, o céu, o mar, tudo o que tens e, mesmo magoado pelas injustiças, não desistas. Estás vivo e essa Vida tem um valor incalculável. Sorri.

 

Aida Nuno 

 


sinto-me: cheia de energia
tags: , , ,

publicado por criar e ousar às 23:40
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De Genny a 21 de Março de 2007 às 09:51
Não tenho vontade de sorrir. Tenho um aperto no meu peito que me dá vontade de chorar e desistir. Não tenho coragem para mudar.


De criar e ousar a 21 de Março de 2007 às 11:22
Olá Geny !

Onde está a verdade e a mentira? Tem-se que juntar o nosso passado, o presente e vislumbrar o futuro, depois imaginar... se não gostares da imagem recorre a todos os meios para não te afogares.
Eu estou aqui, na minha primeira página diz e-mail.
Espero por ti,

Com amizade
Aida


De ¯`-._)¯`-._ deep_waters¯`-._)¯`-._ a 24 de Março de 2007 às 21:30
Olá... Estive a cuscar o teu blog e gostei muito do que vi... Visita também o meu blog pessoal em http://_deep_waters_.blogs.sapo.pt/... Deixa as tuas sugestões ou comentários... Partilha também as tuas opcções musicais...

Porque a música faz parte das nossas vidas...



De criar e ousar a 25 de Março de 2007 às 20:22
Olá amiga!

Tens musicas famosas. Eu adora a Enya. Aproveitei para entrar também no You Tube. Obrigada.

Até breve,

Aida


De isa a 1 de Abril de 2007 às 17:58
Olá Aida já há muito tempo que não passava pelo teu cantinho. Tu escreves muito bem vou voltar mais vezes.
Beijocas


De criar e ousar a 5 de Abril de 2007 às 19:23
Olá amiga!

Obrigada. Eu escrevo com o coração, com a experiência, com a perseverança e tu ajudas-me também a continuar...

Um beijinho,

Aida


Comentar post

mais sobre mim
posts recentes

Porquê?

A Paz

A vida tem um movimento e...

O meio ambiente

Os Outros e Eu

Haja disciplina e contenç...

Sentir as Palavras

VIRGILIO FERREIRA (1916-...

Direitos da Água

VIRGINIA WOOLF (1882-1941...

COBARDIA

O Natal e os Desejos

ANDRÉ MALRAUX – (1903 -19...

À beira mar plantado

Não à desistência

favoritos

E o que Fazer?

Partilhar

Aos nossos Filhos

Valorizando a Vida

Mensagem

Os Cristos no Mundo

Ambição

Emigrantes

Afectividade

A Ausência

arquivos

Junho 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Maio 2012

Janeiro 2010

Setembro 2008

Maio 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

links
pesquisar
 
E-mail
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
blogs SAPO